Corinthians com torcida ou sem?

Amanhã teremos pela Libertadores da América o jogo da segunda rodada entre Corinthians x Millionarios a ser realizado no Pacaembú.

Devido a morte do menino Kevin, a Conmebol tirou a presença da torcida corinthiana dos estádios de forma preventiva por 60 dias.

No entanto, as conversas de bastidores estão quentes e tudo poderá mudar em questão de horas.

Uma mobilização nas redes sociais convocou os corinthianos a irem para o estádio, mesmo sem poder entrar. Farão seu grito e sua torcida serem ouvidos dentro do Paulo Machado de Carvalho. Falaram em até um milhão de torcedores ocupando a frente e os arredores do estádio. Será?

Vamos ver o desenrolar da história hoje. 

Anúncios

Repercussão do jogo do Corinthians

Torcida do Corinthians

O jogo de ontem do Corinthians pela Taça Libertadores da América, acabou com a morte de um torcedor do time adversário.

A repercussão do caso atingiu os principais canais de TV, jornais, rádios e sites da internet.

O Corinthians poderá até ser eliminado pelo caso.

No que averiguei na internet principalmente, os blogueiros e a imprensa não abordaram três aspectos referentes ao ocorrido.

Continuar lendo

Post #34 – Os argentinos nunca assumem suas derrotas

http://www.ole.clarin.com/notas/2008/06/05/copalibertadores/01687498.html

Chega a ser ridídula a postura do diário Olé argentino, mesmo todos nós brasileiro sabendo que o diário fala de um jeito muito apaixonado com seu torcedor.

Uma postura que beira o anti-profissionalismo, trazendo para seus leitores, textos que não exprimem a verdade do que ocorreu em camo, e tornam ainda mais patéticas as frases, ditas sagradas, pelos jornalistas brasileiros em supervalorizar o Boca Juniors, chamando-os de qualquer superlativo, como Poderoso Boca Juniors. Poderoso já poderia ser marca registrada do Corinthians, que inventou o Todo Poderoso Timão e toda hora falam desta maneira para o Boca.

Que na minha opinião era um Boca Meia-Boca jogando essa Libertadores da América, muito inferior a outros times boquenses que já vi jogar o torneio.

Mas o pior de tudo é o inconformismo que o diário Olé prega em sua matéria no link acima. Acham que o resultado de 3-1 foi irreal, não refletiu a partida. 3-1 sempre é um resultado que mostra superioridade absoluta de um time. Ainda mais da forma com que os gols foram feitos, e seus momentos na partida. É claro que eu excluo o segundo gol, pois foi um gol de um lance de sorte, mas até aí, com 2-1 no placar, o Boca tinha que tentar algo a mais fora de seus domínios, onde justamente no mata-mata deste ano jogou suas melhores partidas. E o empate levaria a decisão para os pênaltis, temíveis por qualquer jogador de futebol.

O que tem de mais legal no diário Olé, ao menos hoje, são as charges dos torcedores do River, que como bons torcedores do time rival, secaram a pimenteira e goraram o máximo que puderam o time do Boca. E deu certo.

Mas o diário Olé poderia ser um pouco menos apaixonado com as matérias que escreve, ser um pouco mais jornalístico e narrar os fatos, com olhos argentinos, claro, mas com olhos de jornalistas com credibilidade e não com olhos de torcedores que publicam matérias neste jornal.

Post #25 – Fase de transição

Final dos campeonatos estaduais, com vitórias de Palmeiras em São Paulo, Flamengo no Rio, Inter no Rio Grande do Sul, Cruzeiro em Minas Gerais, Coritiba no Paraná, além do título Troféu do Interior, que foi parar nas mãos do Grêmio Barueri e outros campeonatos estaduais se definindo.

Mas o melhor do futebol nacional está para começar na semana que vem. O Campeonato Brasileiro vem aí já recheado de clássicos na primeira rodada e o grande mistério a ser revelado terá início: O Corinthians vai subir para a Série A?

Aponto como favoritos ao título da Série A os campeões acima mais o Fluminense e o Santos, embora o Peixe num segundo patamar. Acho que o primeiro terço do campeonato pode definir lá na frente os times que serão rebaixados, ou aqueles que não tem muita chance, de conseguirem uma posição de destaque. Afinal, os 5 times brasileiros que iniciaram a Libertadores seguem jogando o torneio sul-americano, prioridade de TODOS até o final do torneio. A bolada é grande e o prestígio do título Sul-Americano é enorme. Além de tudo isso, tem a vaga no Mundial no final do ano. E outra bolada esperando neste campeonato, mesmo só participando.

Traço o seguinte prognóstico. Conforme os times forem sendo eliminados, suas forças vão se voltar para a disputa do Brasileirão. Pontos serão perdidos neste primeiro terço de campeonato para os participantes da Libertadores. Momento otimo para Atlético-MG, Grêmio, Internacional e especialmente o Palmeiras, já eliminado da Copa do Brasil, abrirem uma vantagem. Além disso, os times entrarão em uma outra fase depois do final da janela de transferência para a Europa, com muitos jogadores indo embora certamente. Não é a toa que Luxemburgo já pediu 5 reforços.

Da metade do ano para frente, os seguinte times jogam a Copa Sulamericana:

São Paulo, Grêmio, Palmeiras, Atlético Mineiro, Botafogo, Vasco, Internacional e Atlético Paranaense.

Lembrando é claro que a Copa Sulamericana já começa com mata-mata de 2 jogos, sendo que uma eliminação precoce em 2 jogos é possível, já que os times brasileiros jogam entre sí.

O raciocínio para quem permanecer na Libertadores até o final também pode ser levado em consideração para quem for avançando na Copa Sulamericana, ou seja, os times que estiverem jogando os dois torneios simultaneamente podem perder pontos preciosos no Campeonato Brasileiro.

Já o Corinthians começa a sua escalada para o retorno de onde jamais deveria ter saído, ou seja, a Série A, com um time competitivo para a Série B. Trazendo mais 4 reforços se torna um dos favoritos ao título. Considero o campeonato da Série B um campeonato duro, com jogos em estádios cheios no Nordeste, gramado ruim muitas vezes, diversos times paulistas que fizeram um bom paulistão e outros times conhecidos de outras localidades com tradição. Além disso, o campeonato tem viagens degastantes e o jogo jogado é diferente da série A, muito mais pegado e muito mais veloz. Subir traz mudanças significativas para os times médios brasileiros. Será um páreo duro para o Corinthians.

Enfim, este é um pequeno panorama do que virá pela frente no futebol nacional. Compre seu ingresso, vá ao estádio apoiar seu time, torça com vontade, mas sempre sem violência.