Post #3 – Aberto da Austrália

Vi a final. Mas não inteira. Afinal, 7 da manhã de domingo ninguem merece acordar.

Mas peguei o jogo do início do segundo set. E não vi Tsonga jogar. Foi o único jogo que eu tive oportunidade de assistir por mais tempo, já que o meu trabalho consome meu dia todo e no Aberto da Austrália os jogos são de madrugada, para os brasileiros, claro.

Ficaram falando tanto do jogador, que bateu Nadal na semi e outros cabeças de chave no torneio que eu quis ver jogar. E não vi.

Tsonga, do segundo set em diante, mostrou erros e inconsistências de um jogador sem experiência, apesar de já ser o 38 do mundo. Guga ganhou seu primeiro Roland Garros e não tava nem no top 50. Mas Tsonga vai aparecer muito em 2008. E por incrível que pareça, eu colocava mais fé no Gael Monfils como revelação francesa do que Tsonga.

Mas voltando ao jogo. Algumas jogadas com má decisão de Tsonga, fizeram ele perder o segundo e terceiro sets. Bolas curtas e ângulos inexistentes quando havia uma possibilidade melhor acarretaram em perda de pontos importantes.

No quarto set ele melhorou, tanto que foi para o Tie-Break o set. Mas aí a experiência nesse tipo de decisão ficou a favor do servio, que já havia jogado 84 decisões de tie-break, contra apenas 20 de Tsonga. Uma diferença enorme.

Um bom jogo, mas não vi Tsonga jogar. Aquele que bateu Nadal e os outros cabeças de chave. Vou acompanhar este jogador com mais atenção no circuito em 2008.

Post #2 – Meu PlayStation Portable Prata

Odeio prata. Na verdade eu acho que a cor prata em carros remete a carros muito populares. Pode ser uma Ferrari prata, única, mas sendo prata não dá. Prefiro uma Ferrari rosa que uma Ferrari prata. Ao menos a rosa tem personalidade. Você até imagina uma mulher muito patricinha dirigindo uma Ferrari rosa, mas quem vc imagina dirigindo um carro prata? Qualquer pessoa compra um carro prata. Ele não tem personalidade nenhuma.

É foda. Meu PSP é prata. Prata. A cor que mais abomino. Meu primo não achou o PSP preto, nem o branco para trazer dos EUA para mim. Trouxe o prata.  Já até acostumei com o fato dele ser prata. Poderia ser cromado, não ia ser prata. Tem detalhes cromados, não prata. Prata. A medalha de prata é pro segundo, não pro primeiro. É, o segundo. Quem gosta de ser o segundo? Em um segundo estou pegando meu PSP prata e pondo uma musiquinha pra tocar. Jamiroquai, Cosmic Girl.

O lado bom do PSP prata. Melhor que o modelo antigo, já que posso jogar na tv, coisa que o antigo não dava. Mas poderia ser o preto novo ou o branco novo. Com a cara do maléfico Darth Vader. E ia continuar podendo jogar na tv, sendo o novo.

Espero que dure. Tomar cuidado com meu PSP prata eu tomo e jogar Daxter me surpreendeu. Veio com meu PSP prata. Surpresas com prata acontecem.

Será que minha namorada vai querer casar comigo usando prata? Ou aliança prata? Limosine prata? Isso nunca! Vai dar azar.

Mais posts amanhã.  Com outras sinapses.

Post #1 – Apresentação do Blog

Sobre o que eu vou escrever aqui? Vou escrever minhas sinapses cerebrais, ou seja, o que me vier na mente que seja interessante e relevante para o dia a dia das pessoas que queiram ler algo e se identificar com histórias, fatos, e viagens mentais de uma pessoa que lê muito e de tudo.

Minha mente está conectada há um mundo que a cada segundo muda e me mostra algo novo e diferente. E é nesse ritmo que eu vou escrever minhas percepções nesta vida terrena.

De tudo um pouco. Mas vou escrever e terei meu público. Todos irão gostar.

Então sejam bem-vindos e conheçam um pouco mais das idéias desse paulista de 27 anos, louco por esportes e cada vez mais conectado ao mundo virtual. Apesar de querer mais conexões no mundo real.

Welcome to the real world.