Renda dos clubes pode aumentar com o time visitante

No Brasil, nos dias de hoje, temos uma cultura no futebol onde o time mandante tem 95% dos ingressos dos jogos no seu estádio para comercializar para seus torcedores. E apenas 5% para os torcedores visitantes.

Segundo o Blog do Sormani, no post de ontem, onde ele escreve sobre o Lakers jogando em Nova Iorque contra o Nets, percebi que os times com menos torcida perdem uma grande oportunidade de rentabilizar sua bilheteria quando um time grande vem jogar nos seus domínios.

E essa oportunidade de rentabilizar de uma forma maximizada é rara.

Vamos aos pontos.
Continuar lendo

F1-2009

Já temos a tabela de preços dos ingressos para o GP Brasil de 2009 da Fórmula 1.

A – R$ 550 (Sexta, sábado e domingo);  R$  526 (Sábado e domingo)
B* – R$ 1.458 (Sexta, sábado e domingo); R$ 1.368 (Sábado e domingo)
M* – R$ 1.150 (Sexta, sábado e domingo);  R$ 1.060 (Sábado e domingo)
D* – R$ 1.900 (Sexta, sábado e domingo); R$ 1.790 (Sábado e domingo)
E** – R$ 2.220 (Sexta, sábado e domingo); R$ 2.120 (Sábado e domingo)
F* – R$ 1.100    (Sexta, sábado e domingo); R$ 994 (Sábado e domingo)
G – R$   410    (Sexta, sábado e domingo); R$ 356 (Sábado e domingo)
V** – R$ 1.656 (Sexta, sábado e domingo); R$ 1.440 (Sábado e domingo)

Sendo * – Arquibancada coberta

Sendo** – Alimentação inclusa e arquibancada coberta

Vendas a partir de 15 de Dezembro de 2009 pelo site oficial.
Minha opinião? Preços absurdos para o evento. Em absoluto. Vivemos num país onde esses preços não servem para 90% dos brasileiros. Sabemos que Massa, da Ferrari, indiretamente é um piloto que inflaciona os preços, pelo fato de correr por uma equipe grande e é um chamariz para o público com certeza, mas isso não é culpa dele.Se facilitarem o parcelamento, teremos casa cheia novamente com uma boa temporada de Massa, senão, será uma corrida para os gringos virem ver.