Post #20 – Jogão na TV – Boca x Cruzeiro

Um grande jogo já pelas oitavas-de-final da Taça Libertadores da América entre Boca Juniors, da Argentina e o Cruzeiro, de Belo Horizonte será transmitido ao vivo pelo canal SporTV no final da tarde.

Com certeza um teste de fogo para os dois times, já que a imprensa sinaliza que o vencedor desta chave irá longe no torneio.

O Cruzeiro vem de goleada na final do Campeonato Mineiro por 5 a 0.

O Boca vem de derrota para o San Lorenzo, fora de casa, por 1 a 0.

O Boca não é mais aquele e está em quarto no Campeonato Argentino.

Se o Cruzeiro jogar pra vencer, ele passa. Se pensar no empate, será eliminado.

Relembrando uma recente Copa Libertadores, onde o Paysandu ganhou do Boca lá na Argentina por 1-0, mas depois perdeu em casa e foi eliminado. Melhor jogar pra ganhar mesmo.

Anúncios

Post #19 – DJ Gregory Camillo é o convidado do Electro Nation dessa semana

Muito bem iniciado o projeto Rádio E com o programa Electro Nation trazendo para seu primeiro programa em formato PodCast (já houveram mais de 100 programas transmitidos ao vivo por rádios web) o DJ Gregory Camillo, residente do Club A, em São Paulo.

Gregory irá falar sobre sua carreira de DJ, sobre o mercado e também trará aos ouvintes um DJ Set inédito com 30 minutos do que há de mais recente no mundo eletrônico.

O PodCast do programa Electro Nation será atualizado todas às Sextas-Feiras no endereço http://radioe.mypodcast.com

 

Post #18 – Publicidade On-Line

Acabei de ouvir um podcast produzido pelo site IDG (cadastre no seu agregador RSS o link: http://www.idgnow.com.br/podcast.xml ) onde Paulo Castro, diretor geral do portal Terra e atual presidente do IAB Brasil fala sobre publicidade online.

Muito interessante é a fala dele quanto a expansão da publicidade além do banner e pop-up, que será mais e mais explorada a partir do crescimento da Banda Larga (leia-se hoje 3G e similares) no Brasil. Além disso, o número de pessoas com acesso à internet estimado em 40 milhões de brasileiros, ou seja, quase 1/4 da população nacional e também sobre a publicidade em redes sociais, como o Orkut, MySpace e outros.

Os valores da publicidade online chegarão a 500 milhões de reais em 2008, segundo ele, e este número é expressivo. Os principais portais já estão ficando sobrecarregados sem espaços publicitários para serem comercializados a curto prazo, mesmo com a criação de novas páginas de conteúdo nos mesmos.

Ouça também e poste suas considerações.

Post #17 – O retorno a São Paulo

Estou em São Paulo nobamente, voltei após 12 dias em BH que foram muito proveitosos.

Pena que não tirei fotos lá, senão postaria algumas aqui.

O supremo de BH foi estar em companhia da minha namorada.

O ótimo de BH foi fazer contatos profissionais e ser muito bem recebido onde fui. Em BH as coisas são diferentes. 

O bom de BH foi passear pela cidade e rever amigos de lá. Também o Mate Couro merece ser colocado aqui.

O ruim de BH foi ter pago caro em um prato num bar participante do Comida de Buteco.

O péssimo de BH foi ter de deixar “minha família mineira” lá e pensar que só vou voltar lá daqui uns 2 meses e meio.

Mas o tempo passa.

Post #16 – Timemania ainda não é mania nacional

A loteria Timemania, criada para salvar os clubes de futebol brasileiros ainda não deslanchou no gosto dos apostadores, mesmo com o enorme apelo ao futebol.

A loteria, que prometeu segundo cálculos da própria Caixa Econômica Federal, repassar aos clubes participantes R$ 500 milhões somente no primeiro ano, deixou nos cofres do Flamengo, time que recebeu a maior fatia do bolo do primeiro repasse, apenas R$ 131.254,84, seguido pelo  
Corinthians, com R$ 124.704,68.

Para uma loteria que visa salvar os clubes dos seus dividendos milionários (muitos clubes ultrapassam 20 milhões de reais de dívidas), este valor repassado não paga o salário de 2 jogadores top de cada clube no mês.

Das duas uma, ou a loteria terá seu fim decretado em breve, pois está dando muito trabalho para a Caixa e as Lotéricas, ou os apostadores substituem as apostas pela Timemania, caso venha a ter premiações atraentes, ou um preço que vale apostar junto com suas outras loterias. Ou as duas coisas juntas. 
 

Post #15 – Opinião: Livro “A vida sexual da mulher feia”, de Claudia Tajes

Estava em Belo Horizonte quando li o livro inteiro em um dia só. Era um dia chuvoso e eu estava hospedado na casa da família da minha namorada Lucília. Era um livro que fiquei interessado em ler desde o comentário de que Lulu, que conhecia o livro e queria ler também. Comprei e dei de presente a Luluzinha, que leu e ficou de me emprestar assim que ela fosse à São Paulo.

Como ela se esqueceu de levar o livro umas 3 vezes que ela viajou para Sampa, aproveitei que não tinha luz no apartamento (e nem no bairro, devido a um raio que caiu num poste) e peguei o livro para ler.

“A Vida Sexual da Mulher Feia” retrata a vida fictícia de Jucianara, a Ju, uma mulher feia, gorda, de cabelos ruins e cara de espinha, nada atraente, que relata suas experiências sexuais com homens tão atrapalhados como ela. Em cada caítulo, Ju, como é melhor citada no livro, relata suas experiências com cada um deles.

Tendo como base os comentários feitos pela minha namorada, que riu muito lendo o livro, fiquei ainda mais curioso pela leitura.

O livreo realmente é uma leitura fácil e entretém durante sua leitura, mas pensei que fosse muito mais hilariante. Ri apenas em poucas passagens do livro, em comparação a minha namorada e seus relatos.

O que mais causou curiosidade no livro é ver uma imagem da Ju. Imaginar é gostoso, mas uma caricatura bem desenhada deste ser imagético entremeada em algum capítulo do livro poderia tornar mais engraçado o mesmo.

Recomendo pegar emprestado de um amigo ou parente, ou então ir a uma biblioteca e pegar o livro para ler, não vale mais do que isso, apesar do entretenimento rápido.

Post #14 – Trânsito em São Paulo

 É incrível como uma cidade do tamanho de São Paulo ainda não tenha desenvolvido normas mais efetivas para o combate ao trânsito na cidade. Em dias normais, ou seja, de segunda até a famosa sexta-feira é caótico andar em certas localidades da cidade, mesmo naquelas avenidas planejadas com 3, 4 e até 5 faixas de rolamento, em horários chamados de pico, quando as pessoas vão ou voltam do trabalho.

 

Para uma cidade com mais de 10 milhões de habitantes, podemos considerar horário de pico das 6 ou 7 da manhã às 11 da manhã e das 17 às 21 ou 22 horas. Mas São Paulo consegue ter trânsito após este horário na sexta-feira, tem trânsito aos sábados e começou a ter trânsito aos domingos próximo da hora do almoço, horário onde as famílias começam a se movimentar para comer fora, ou mesmo fazer uma comprinha no supermercado para levar para a casa de um parente para um almoço.

 

Temos hoje em São Paulo apenas 4 linhas de metrô funcionando. Três que se interligam e uma que é isolada das outras três. É verdade que uma quinta linha está sendo construída e que existe um projeto para uma sexta linha, a laranja. Mas é insuficiente a sua construção em relação ao ritmo de crescimento da cidade.

 

Para se ter uma idéia, Pequim, na China, vai receber os jogos olímpicos este ano, e para o evento, construiu 500 km de metrô na cidade. Cinco linhas estão sendo construídas simultaneamente. Mais do que temos hoje aqui, em número de linhas. Se for falar da quilometragem, nem podemos comparar (500 a 60 e poucos). Uma verdadeira goleada chinesa.

 

Já que construir metrô sai muito caro para os cofres públicos, apesar de sair do dinheiro dos nossos impostos pagos e altíssimos, podemos pensar em ampliar o número de corredores de ônibus. Afinal, foram projetados 33 corredores espalhados pela cidade e ainda não chegamos nem nos 2 dígitos. Um transporte de massa de melhor qualidade tiraria uma grande quantidade de carros da cidade, diminuindo o trânsito.

 

Seria interessante também ações que visassem a qualidade de vida no transporte. Afinal, mesmo tendo uma cidade com um relevo muito variado, São Paulo tem condições de abrigar ciclovias, sendo assim uma maneira bacana de fazer as pessoas se exercitarem e utilizarem menos os carros, podendo até despoluir a cidade a longo prazo. Já vi inclusive, para os mais preguiçosos, um pequeno motor que pode ser acoplado na bicicleta que funciona a dínamo, ou seja, conforme a pessoa pedala, ela gera a energia para o motor trabalhar na subida. Nada mal, além de ser ecologicamente correto. Ações assim, se tiverem continuísmo entre um governo e outro, trariam muitos benefícios para a população local.

Post #13 – Fundação do PodCast Rádio E

Continuando com minhas experiências multimídia, venho anunciar que hoje eu fundei o PodCast Rádio E. O projeto de uma rádio “Essencialmente Eletrônica”, já vinha sendo discutido há mais de dois anos junto a amigos e interessados no assunto e concluí que o melhor formato para a introdução de uma programação eletrônica era um PodCast, até poder ter uma grade completa de uma rádio.

O primeiro programa será produzido durante a semana que vem e será postado após o feriado de Tiradentes.

A tendência é que suas atualizações sejam semanais, às sextas-feiras, fazendo com que você ouça o PodCast Rádio E indo para a sua balada ou rave durante o fim de semana. Nada melhor que um ótimo aquecimento musical.

O endereço para vocês acessarem: http://radioe.mypodcast.com

 

Post #12 – Notícia do Bluebus

Noticia do Blue Bus – 08/04/08
 

Celular no aviao liberado nos vôos nos 27 países da Uniao Europeia

13:00 A Comissao Européia (CE) aprovou as normas para permitir que passageiros utilizem seus celulares durante vôos nos 27 Estados membros. Será possível fazer e receber chamadas, bem como trocar mensagens de texto. Os celulares dos passageiros se conectarao a uma rede celular a bordo, que por sua vez se comunicará, via satélite, com a rede em terra. Com isso, espera-se diminuir possíveis interferências. 08/04 Leo Xavier

Bom, o que eu acho? Ótimo. Mas quando chegará ao Brasil? E será que temos estrutura pra pensar nisso ou temos que pensar primeiro na estrutura que a nossa aviação civil vive hoje antes de dar esse passo importante para os negócios?

Post #11 – Falam do Corinthians……. mas e os outros da segundona? (Parte 2)

Continuando com o post #9, retomo a idéia sobre os times paulistas que jogaram o Campeonato Paulista e estarão fazendo parte da Série B do Campeonato Brasileiro. Vamos falar de Marília, Ponte Preta e São Caetano. O Santo André fica de fora, já que não jogou o Campeonato Paulista da Série A-1.  

1) Marília: Com uma campanha de 24 pontos em 19 jogos, o MAC, como também é conhecido, ficou na 14a. (Dëcima Quarta) posição na tabela, com 7 vitórias, 1 empate e 11 derrotas. Para um time que já bateu na trave para subir para a primeira divisão do Campeonato Brasileiro, esta é uma posição que deixa muito a desejar numa progressão para a disputa da Série B. Será difícil até permanecer na série B para a disputa de 2009 se algo não for feito. Na Copa São Paulo, o time perdeu os 3 jogos, assim, sua base jovem não é boa para ser utilizada no Campeonato Brasileiro. Seu resultado de maior destaque no Campeonato Paulista foi a vitória por 3×2 sobre o São Paulo, mas o MAC perdeu jogos para times inferiores na tabela, como São Caetano, Guarani e Sertãozinho.

2) Ponte Preta: Em estado de graça, a Ponte Preta retorna ao top-4 do Campeonato Paulista, já que se classificou em quarto lugar para a disputa das semi-finais. A Ponte, que nunca ganhou um título paulista, tem a chance de chegar a final contra um adversário que fez uma campanha surpreendente, mas que tem muito menos camisa que a Ponte Preta, que é o Guaratinguetá. Na hora do mata-mata, isso pode pesar a favor da Ponte. Sua campanha de 19 jogos foi a seguinte: 10 vitórias, 5 empates e 4 derrotas. Coloco a Ponte Preta como uma das equipes a disputar uma vaga ao acesso para a Série A do Campeonato Brasileiro caso não venha perder muitos jogadores. O seu ataque terminou a fase de classificação como sendo o melhor, com 36 gols marcados, ao lado do Palmeiras.

3) São Caetano:  Já está longe dos áureos tempos de vice-campeão da taça João Havelange (Campeonato Brasileiro liderado pelos clubes que o Vasco foi o campeão) e resultados expressivos que colocavam o São Caetano como um time perigoso de se enfrentar, especialmente nos seus domínios. A equipe escapou do rebaixamento com apenas 3 pontos a mais do primeiro rebaixado (Juventus, com 17 pontos) e encerrou sua campanha em Décimo Quinto lugar. Com 5 vitórias, 5 empates e 9 derrotas, o time brigará para não cair para a série C do Campeonato Brasileiro.  Foi goleado por 3×0 em casa pelo rebaixado Juventus, e também por 6×1, em casa, pelo Grêmio Barueri, resultados muito parcos para um time que foi considerado recentemente o segundo time dos torcedores paulistanos.