Post #42 – Saga, Episódio 5 – Santos x Botafogo

Volto a publicar um tópico sobre a saga “Como um time é rebaixado” aqui no Sinapses de Robson.

Desta vez o resultado pode parecer uma superação de um time desesperado. Mas a verdade é que o Santos jogou mal e só empatou a partida pq Kléber Pereira, com a ajuda do árbitro, fez o segundo gol do Santos impedido. Além disso, o Fogão perdeu várias chances claras de gol durante a partida toda.

Muitos santistas comemoraram o empate, vindo de um resultado de 0-2, mas se tratando de um jogo na Vila Belmiro, contra um time muito mal colocado na tabela de classificação, o resultado é que o empate foi ruim para as duas equipes, mais ainda para o Santos.

O Santos segue o mesmo caminho do Corinthians ano passado. Não tem elenco nem para o time titular, o presidente está perpétuo no cargo e a janela vai levar jogadores embora. Além disso, o time tá mal na tabela e sem dinheiro para reforços. O técnico já foi substituído no campeonato. Resultados ruins em casa também está na mistura do caminho da Série B. Um campeonato paulista de sufoco para a torcida.

Será que vai assim até o final?

Anúncios

Post #32 – Saga – Como um time é rebaixado – Parte 3

Seguindo com os episódios da saga “Como um time é rebaixado”, tive que olhar um resultado da série B desta vez para inserir no nosso placar, mesmo que esse resultado não interfira na Série E por motivos óbvios, mas pela forma ridícula com que um time perdeu 3 pontos para o outro.

Estamos falando do jogo entre CRB e Criciúma, ocorrido na casa do CRB, e o placar finalizou 1-0 para o time da casa, com dois, isso mesmo, dois pênaltis perdidos pelo time do Criciúma.

Três pontos perdidos para o Criciúma e três pontos plus para o CRB na contagem.

Pior de tudo, dois jogadores distintos erraram o pênalti. E ambos bateram na trave.

É bom o Criciúma mandar seus jogadores treinarem ao menos uma vez por semana pênaltis, para livrar o time de vexames como este.

E vou continuar acompanhando o campeonato buscando os resultados bizarros para a saga. Até o próximo post.

Post #31 – Saga, capítulo dois. Sport x Fluminense

Dodô, você é o cara!

Entrou no segundo tempo na vitória por 3-1 diante do São Paulo na Libertadores, fez um gol e ajudou o time a se classificar para uma inédita Semi-Final do torneio continental.

<!– @page { margin: 2cm } P { margin-bottom: 0.21cm } –>

Mas fez lambança no final de semana na Série A do Campeonato Brasileiro.

Dodô, você era o cara?

Como pôde perder um pênalti? Ainda mais naquele momento do jogo, onde um gol traria o empate para casa, já nos acréscimos do segundo tempo contra o Sport. Já havia feito um golaço de falta há poucos instantes, com barreira, defesa e goleiro a postos, muito mais difícil. Bateu um pênalti real muito mal batido. E não vêm me dizer que o Sport é tudo isso e vai concorrer ao título da Série A só por fazer uma boa campanha na Copa do Brasil, pois o Sport está com sorte no momento. Existem times melhores hoje do que ele, e o Flu é melhor, mesmo pensando na Libertadores e no Boca Juniors.

Voltando ao Dodô. Será que todo grande jogador não sabe bater pênalti? E especialmente em momentos decisivos da partida? Dodô é exaltado pela imprensa em geral depois de péssimos momentos no futebol e ele deu a volta por cima.

Mas nesta rodada, vou postar no episódio da Saga que o Fluminense perdeu um ponto e o Sport ganhou mais 2. É claro que esse ponto que o Flu perdeu não vai contabilizar para o nada possível rebaixamento do time hoje, mas quem sabe os 2 a mais que o Sport ganhou farão a diferença para ele lá na frente.