Falando sobre Fórmula 1

Ano passado, publiquei no início da temporada um texto que falava a respeito das promessas da temporada 2013.

Realmente algumas coisas que eu escrevi, se concretizaram, como o Vettel campeão, quando coloquei ele como um dos favoritos, e uma boa temporada do Kimi, que segurou um terceiro lugar na tabela de classificação até o momento que ele foi operar as costas e deixou as duas últimas provas de lado.

No entanto, Massa decepcionou. Foi considerado melhor apenas que os pilotos das equipes mais fracas com base em uma análise técnica por um veículo especializado. Não ganhou nenhuma prova e terminou a temporada no olho da rua, indo para a modesta Williams.

Nenhum brasileiro se destacou internacionalmente nas categorias de base, para que tivéssemos um segundo piloto na F-1 em 2014. Razia saiu do holofote das equipes, e Nasr, que é a atual promessa brasileira, só tem oportunidades em equipes nanicas, caso da Caterham e da Marussia.

Uma pena. O esporte hoje necessita de patrocinadores que projetem os atletas, e não estamos vendo isso acontecer no nosso país.