Escaladas radicais

Prioritariamente falo sobre futebol no blog, mas gosto de ampliar os assuntos quando vejo algo interessante.

Assistindo ao canal Off, me deparei com um programa sobre escaladas. Este programa tinha como principal personagem o escalador Chris Sharma. Californiano, de Santa Cruz, Chris começou a escalar aos 12 anos.

O nome do programa se chama King Lines, que eu pensei que fosse um programa sobre slackline, que gosto de assistir, mas parei para ver.

As produções do Off levam muita arte na apresentação dos seus conteúdos e são bacanas de ver.

Apesar de não entender nada de escalada, deu para ver que Chris Sharma é um ótimo escalador, pois faz coisas bem radicais, como escalar sem corda e escaladas do tipo “deep-water soloing”, que é basicamente uma escalada que se faz sem cordas e se ele caísse, ele caia no mar. Sim! No mar! Muito radical e impressionante.

Vou deixar um vídeo do youtube abaixo como um sample do que Chris Sharma faz nas paredes ao redor do mundo. Divirta-se!

Anúncios

Vasco é prejudicado e a tecnologia só na Copa?

Uma das maiores vergonhas do futebol brasileiro foi o gol nítido de falta que o jogador Douglas, do Vasco fez ontem no clássico contra o Flamengo que o juiz não validou.

O pior de tudo é que o sistema eletrônico que auxilia a arbitragem em lances como esse só será utilizado na Copa do Mundo. E o Maracanã vai receber o sistema para o torneio, mas já deveria ter sido utilizado ontem!

Simplesmente pelo fato de que o juiz do fundo do campo, sim, aquele “tipo bandeira” invalidou o gol do Douglas, que foi nítido, como mostra a câmera de televisão.

Vasco x Flamengo

O auxiliar do fundo do campo estava fazendo o que no lance? A bola entrou nitidamente!

E isso prejudicou o Vasco no clássico.

Mais grave foi o acerto em uma mesma situação, mas numa falta no gol do Elano para o Flamengo, onde o goleiro vascaíno tirou de dentro do gol, e o juiz validou o lance. Os jogadores do Vasco ficaram loucos!

Para finalizar, o sistema eletrônico deveria já ter sido instalado no Maracanã, mesmo em fase de testes. Ontem teria sido uma ótima oportunidade para o teste, mas que foi deixada de lado.

Infelizmente para o Vasco, só resta jogar mais bola no próximo jogo e recuperar o terreno perdido.

Neto gorando Mano Menezes

Segundo post no Blog do Neto, do UOL, Mano Menezes está ameaçado no cargo de treinador do Corinthians caso o Timão perca o jogo para o Palmeiras no clássico da rodada do Campeonato Paulista.

Partida que será realizada às 16 horas de hoje no Pacaembu.

Entendo que seja pessimista da parte do Neto o que ele pontuou. Mano Menezes vem mal desde os tempos de Flamengo. E há quem diria que ele vem mal desde os tempos de Seleção Brasileira.

Eu entendo diferente. Minha leitura sobre o Corinthians é que ele perdeu o momento de iniciar a renovação do elenco na janela do meio do ano passado. Com isso, o técnico Tite teria continuado no cargo e a leitura de uma má campanha do time no Campeonato Brasileiro de 2013 seria diferente.

E a diretoria do Corinthians perdeu um segundo momento de renovação do time, agora na fraca janela de transferências do início do ano, meia temporada européia. Ao fechar a janela e ver que o problema não era o técnico, e sim o elenco que perdeu a motivação, Mario Gobbi começou a realizar mudanças no plantel corinthiano. Só que agora não dá pra trazer ninguém e Mano terá que se virar com o que tem e com quem vier da base da Copinha.

Fica difícil montar um time fora das fases de negócios do futebol. Mano Menezes terá muito trabalho para ajeitar o Corinthians agora. Lembrando que o Paulistão está na oitava rodada, o que significa a metade do campeonato disputado.

O Mano tem o meu respaldo para seguir em frente. Tite sofreu duras críticas na derrota para o Tolima, e foi Campeão de Tudo. Não é um campeonatinho miado como o Paulista que deverá derrubar o técnico, mas sim, se nada for feito nos bastidores na abertura da próxima janela de transferências, o que vai ocasionar um time fraco para jogar um campeonato forte.

Análises indicam que Massa foi o piloto mais veloz em Jerez

Saiu uma matéria no Globo.com falando a respeito da velocidade em reta e a maior velocidade em curva obtidas nos primeiros treinos da Fórmula 1 em 2014.

E a surpresa veio com Felipe Massa sendo o mais rápido nas duas aferições.

O que achei bacana da história é que aparentemente o carro da Williams foi bem nascido e a combinação com o novo motor Mercedes no lugar do Renault parece ter funcionado.

E sabemos o quanto é importante um carro ser bem nascido em uma temporada de Fórmula 1. Ainda mais numa equipe que não é apoiada por montadora e que o dinheiro é curto e escasso, ou seja, cada euro investido tem um peso maior na importância do seu retorno.

Semana que vem teremos mais testes e acredito que a Red Bull vem melhor, já que teve problemas com o propulsor Renault e andou pouca quilometragem. E certamente vão querer recuperar o terreno.

Treino é treino e jogo é jogo, mas teria Massa acertado de forma surpreendente a equipe para 2014? Veremos como o desenvolvimento do carro irá ocorrer nos treinos até o primeiro GP de 2014.

Corinthians e a polêmica invasão da torcida

O assunto ainda está rendendo nos portais de notícias e acho que vale pontuar algumas questões que li a respeito em conjunto com algumas reflexões.

A primeira: Os jogadores do Corinthians tem o direito de ir cobrar a Gaviões da Fiel se a escola de samba não for campeã esse ano da mesma forma com que eles foram cobrados. Direitos iguais devem ser respeitados. Seria uma afronta para a Gaviões ou uma cobrança justa?

A segunda: O presidente Gobbi deveria seguir a mesma linha de raciocínio do presidente palmeirense Paulo Nobre, exterminando a bolsa-auxílio para que estes “torcedores” frequentem o estádio. Que paguem do bolso como todo torcedor corinthiano “de bem”. A verdadeira torcida corinthiana mostrou seu poder aquisitivo ao colocar 20 mil torcedores no Japão. É uma torcida endinheirada, querendo consumir um produto de qualidade. Eliminando as organizadas das arquibancadas, abrirá um espaço para que o torcedor com dinheiro no bolso vá até a Arena Corinthians torcer pelo seu time em paz.

A terceira: Política de identificação de torcedores nos estádios deve ser mais intensa. A tecnologia está aí para ser usada em prol do torcedor “de bem”, não do vândalo.

A quarta: Leis mais rígidas. Apenas dessa forma, a alegria de uma família voltar a frequentar um estádio de futebol voltará, pois o pai de família terá certeza que o torcedor vândalo não estará mais nas redondezas do estádio, e nem dentro dele, e sim, na cadeia, como é na Inglaterra.

A quinta: Calendário mais racional. Sim, o calendário bizonho influencia no ritmo do time em campo e a sua performance é abaixo da crítica. As derrotas geram a ira e deflagram essas atitudes animalescas de torcedores vândalos. Um calendário mais inteligente traria mais tempo para os times se prepararem e resultados ruins seriam mais difíceis de acontecer.

A sexta questão: Salário por produtividade. Está dando certo esta fórmula no Palmeiras e deveria ser aplicada no Corinthians. O time está apático em campo. Os palmeirenses estão comendo grama para honrar seus salários. Os corinthianos reclamam que no fim do mês o dinheiro da Caixa não cai em suas contas.

Concordam? Discordam? Gostaria de pontuar algum outro aspecto? Comente na caixinha.

Seleção Brasileira de basquete cai em grupo da morte no Mundial 2014

A polêmica é grande quanto a decisão da CBB em “comprar” a vaga do Brasil no Mundial masculino de Basquete, já que o dinheiro “pago” poderia ter sido utilizado em ações de melhorias do nosso basquete em múltiplas vertentes.

Pior que pagar, é ter o azar de cair no grupo com Espanha e França, duas das maiores potências do esporte na atualidade.

Mas sorteio é sorte. E o Brasil não deu essa sorte.

O trabalho do técnico Magnano está na alça de mira. Se o vexame se repetir, ele poderá ter que pegar sua malinha e voltar para a Argentina.

Vamos ver se a lista de convocados incluirá os brasileiros que jogam na NBA e assim, evitarmos o 0-4 das eliminatórias.

Massa e o quarto tempo ontem

Felipe Massa e seu Williams rodaram 34 voltas em Jerez e ele fez o quarto tempo nesta sexta-feira.

No entanto, a notícia dada pelo Globo Esporte. com, indica que a Williams terá muito trabalho para fazer o carro ser rápido.

Digo isso pois o piloto brasileiro ficou a quase 4 segundos de diferença para Fernando Alonso, que liderou a tabela de tempos.

Os carros andaram no molhado. Ainda assim, essa diferença me parece absurda.

Há muita especulação nessa fase de treinos. Me parece que a Red Bull está querendo esconder o jogo. E que a Mercedes é a equipe a ser batida na primeira corrida da temporada.

Recentemente publiquei que a Williams deveria forçar tudo agora, já que depois, as equipes encontrarão seu caminho de desenvolvimento e Massa ficará para trás.

Veremos como as coisas ocorrerão no Barhain , já que a Lotus também entrará no páreo.

Felipe Massa já promete vitórias em 2014 na Fórmula 1

Em notícia veiculada pelo Portal Terra, Felipe Massa se considera um potencial vencedor de corridas em 2014 pela Williams.

Ouvindo rádio pela manhã, também me informei que os motores Mercedes neste momento estão confirmando a expectativa criada em 2013 sobre seu desenvolvimento.

O time técnico da Williams foi reforçado com grandes nomes para 2014.

O regulamento desta temporada tem grandes mudanças com relação a 2013.

Os treinos de pré-temporada da Fórmula Um começaram com a McLaren liderando, Red Bull e Ferrari com problemas, Lotus abriu mão dos dias de treinamento e Massa fechando o dia de hoje com o segundo tempo.

Ainda estou cético. Treino é treino, jogo é jogo. Mas desde 2008, é a primeira vez que Massa é primeiro piloto de uma equipe, e a Williams vai trabalhar para ele, diferentemente dos últimos 2 brasileiros que passaram por lá, Rubinho e Bruno Senna.

Massa vai melhor na segunda metade da temporada. Isso é notório pelo número de pontos capturados nesta fase do certame nos últimos anos. O problema é que até a segunda parte da temporada chegar, os carros de todas as equipes terão se desenvolvido, provavelmente mais que a Williams, que sofre com falta de dinheiro.

Veremos.

Planejamento corinthiano é fraco e sobra para Mano Menezes

De agosto a agosto. Parte daí a ideia que o Corinthians se programa para realizar as suas contratações de maior peso e dar funcionalidade ao seu cronograma ao longo do ano.

Mas isto tem suas consequências nefastas.

Andar como o calendário europeu tem a sua lógica comercial. É sabido há anos que o calendário europeu tem sua janela de transferências mais atrativas no meio do ano e em Dezembro/Janeiro os negócios são mais fracos. Afinal, os times europeus realizam apenas contratações para complementar o seu elenco na janela da virada do ano. Vender jogadores relevantes nesta fase do ano é muito difícil.

No entanto, planejar desta forma em conjunto com um calendário nacional de jogos bizonho, causa verdadeiros problemas.

E o último problema a aparecer foi a derrota por 5 a 1 para o Santos, na noite de ontem.

O time está com péssimo preparo físico e desmotivado a jogar. Não houveram contratações de peso e isso se reflete em campo.

Já existem pessoas contestando o trabalho do Mano Menezes à frente do time. No entanto, o Santos tem uma forte base de jogadores jovens e está fazendo o papel direitinho de subir estes atletas para o time de cima. No mínimo são jogadores motivados e querendo provar o seu valor. Já o Corinthians não se aproveita da sua forte base também.

O Corinthians precisa repensar o que ele quer para ele enquanto o Bom Senso F. C. realiza as suas tarefas, que beneficiará todos, inclusive o time do Parque São Jorge. O próximo jogo já está aí e 25% do Campeonato Paulista já foi.

Corinthians x Santos e o Campeonato Paulista

Enfim o primeiro clássico do Campeonato Paulista 2014. Corinthians e Santos jogam hoje a noite e é o jogo da TV. 

Bem longe do glamour dos áureos tempos do Campeonato Paulista, todo clássico merece atenção, seja ele um jogo entre times do mesmo estado ou um clássico interestadual, como os que ocorre na Copa do Brasil e no Campeonato Brasileiro. 

Apesar de muitos jornalistas dizerem que o campeonato está no começo, e que os principais times vão evoluir, ao findar a quarta rodada, já teremos mais de 26% do campeonato ocorrido. É para esse número que os principais jornalistas não olham, e que é muito relevante. 

Seu equivalente no Campeonato Brasileiro ocorre com 9 rodadas e 27 pontos disputados. No Paulista, com 4 rodadas e 12 pontos disputados. 

O regulamento desse ano do Paulista nos relembra que teremos apenas os jogos de ida na fase de classificação. E foi montado para preservar os clássicos. No entanto, mais uma vez, não foi levado em consideração o estado físico e técnico ruim que os times se encontram neste momento. 

Para o jogo entre Corinthians e Santos ter o verdadeiro sabor da disputa, atrair multidões e ter uma cobertura mais apaixonada e emocionante por parte da mídia, o calendário de jogos deveria ter proposto os clássicos nas últimas três rodadas. Assim, os times teriam tido mais tempo para se prepararem para esses jogos de maior importância. 

Nem este aspecto a Federação Paulista pensou. E já havia benchmark, realizado no Campeonato Brasileiro, com um clássico regional fechando o campeonato. 

Finalizando o texto, palpito que o placar final será de 1×1. E o IBOPE não será essas coisas.